Furo na orelha

10 de Setembro de 2013

Quando descobrimos que estamos grávidas de menina, sonhamos com uma infinidade de roupas e acessórios para enfeitá-la. E uma das coisas a serem providenciadas são os brincos para as nossas princesas. Mas, para uso deste acessório, precisamos pensar no furinho da orelha do bebê.

Hoje em dia os hospitais e maternidades não fazem mais o furo na orelhinha do bebê por risco de infecções. Mas, ainda na maternidade, as enfermeiras oferecem este tipo de serviço a domicílio. E comigo não foi diferente. Na saída da maternidade peguei o contato de uma das enfermeiras que ofereciam este serviço.

Porém, antes de ligar solicitando a visita da enfermeira, preferi procurar por mais detalhes sobre o furo na orelha do bebê, pois ainda tinha muitas dúvidas. Os meus maiores medos eram: dor, infecção ou um furo errado que mais tarde pudesse rasgar a orelha da minha filha. Assim, preferi procurar por um profissional especializado.

E foi desta forma que encontrei o site do Dr. Walter Douglas Dal Mas, com 34 anos de experiência em acupuntura, para colocar o brinco da minha filha no ponto neutro, para que assim não ocorresse nenhuma perda energética. Fantástico, não é mesmo? Acesse o site aqui!

Ao ligar no consultório do Dr. Walter também fui orientada sobre levar o brinco apropriado para colocar no bebê. Sem o brinco apropriado e sem que este estivesse esterilizado, a colocação não seria realizada.

O primeiro brinco da minha filha foi presente de um casal muito especial. Os brincos eram de ouro maciço, pequenos, de pontas arredondadas, que ficavam grudadinhos na orelha, o modelo ideal.

Também fui orientada pelo pediatra, que informou a idade mais indicada para fazer o primeiro furinho, que é a partir dos dois meses de vida. Assim, furamos a orelha da minha filha com 3 meses.

Me lembro de que não foi necessário agendar horário no consultório do Dr. Walter, o que é ótimo quando se tem um bebê novinho, pois sabemos das dificuldades de sair de casa com o bebê. Assim, reservei uma tarde para levarmos a minha filha até o consultório do Dr. Walter. E lá fomos nós, minha mãe, minha filha e eu carregando a máquina fotográfica.

Enquanto eu aguardava na sala de espera da clínica, a minha filha adormeceu. E quando fomos chamadas pelo Dr. Walter, fiquei com muito medo de que ela acordasse enquanto ele furava a orelha dela. Mas, ele me acalmou e perguntou sobre a máquina fotográfica. Eu estava tão tensa que esqueci a máquina no carro. E ele, gentilmente, pediu que eu a buscasse. Agradeci pela paciência!

A minha filha ficou com a minha mãe e com o Dr. Walter na sala do consultório, e eu fui buscar a máquina. Assim que cheguei, uma assistente do Dr. segurou a minha filha no colo e ele furou a orelha dela. Foi tão rápido e indolor que a minha filha não acordou. Ela só acordou quando a peguei no colo, e assim consegui tirar a foto dela com o Dr. Walter. Uma recordação incrível!

Gente, olha só a atenção do Dr. Walter!

Não só indico o Dr. Walter para fazer o furo na orelha do seu bebê, como levarei o bebê novamente em seu consultório, caso venha a ter outra menina.

E você, onde furou a orelhinha da sua filha? Divida a sua dica com a gente!

 

Abraços, Mari.

3 comentários

  1. Bianca

    Oii, quanto ele cobrou pra furar a orelhinha dela? Se puder me responda no meu e-mail por favor? Obrigada

    • Mari Marchesin

      Olá Bianca,
      Sinceramente, não me lembro, pois já fazem 6 anos.
      Um abraço, Mari.

  2. Amanda

    Dr. Walter é simplesmente sensacional!!!! Levei minha bebê de 2 meses para furar a orelhinha com ele e o atendimento desde a recepção até a foto é simplesmente demais!!!!!
    Superrrrrr recomendo!!!!!

Deixe seu comentário