A relação entre irmãs

14 de Setembro de 2017

Eu tenho uma irmã. A minha irmã é 5 anos mais velha que eu. E, embora a gente seja extremamente diferente em termos de gostos e comportamentos, ela sempre foi um exemplo para mim. Ela foi exemplo em atitudes e realizações. Ela foi e fez algumas coisas que eu, 5 anos mais nova, admirei, gostei e segui pelo mesmo caminho.

Irmãs

Minha irmã e eu num momento fofura

Irmãs

Minha irmã e eu num momento irmãs

Um ano e meio depois que meu marido e eu nos casamos, engravidei da Maria Eduarda. Na época, imaginei que só teríamos ela. Quando ela tinha quase dois aninhos começou a falar e formar frases curtas. Então, um dia, ela chegou da escolinha e me perguntou: Cadê irmão? E eu acredito que esta pergunta tenha surgido porque na escolinha em que ela ficava haviam alunos irmãos. E ela então perguntou, onde estaria o seu irmão.

A princípio não queríamos outro filho, mas quando a Maria Eduarda completou 3 anos sentimos muito vontade de termos outro bebê. E contei como foi essa espera e decisão no Baby Story da Maria Júlia (assista aqui). O desejo foi nosso, pensando principalmente que no futuro a Maria Eduarda não teria ninguém para acompanhá-la quando meu marido e eu não estivermos tão ativos assim. Mas, sempre soubemos do desejo da Maria Eduarda em ter um irmão ou uma irmãzinha. Quando a Maria Eduarda estava com 6 anos, a Maria Júlia nasceu. E, desde o nascimento da Maria Júlia, nunca tive tanta certeza de que tínhamos feito a escolha certa.

Irmãs

E, o amor da Maria Eduarda pela irmã surgiu antes mesmo da Maria Júlia nascer, quando ainda era um peixinho na barriga da mamãe (parafraseando a letra de uma música do Palavra Cantada que adoro). E este amor é muito visível na Maria Eduarda, ela tem dado demonstrações muito sinceras de amor pela irmã e isso me emociona muito, porque ela é uma criança inocente e o seu amor é o mais puro deste mundo. Ela deu demonstrações de amor através de desenhos, começou a escrever o nome da irmã e a Maria Júlia é assunto na escola.

E, ao mesmo tempo que ela ama muito a irmã, é natural que ela sinta ciúmes, é natural que exista competitividade em alguns sentidos, mesmo desde muito pequenas. Não raro, ela trola a irmãzinha. Acaba fazendo coisas na irmã para dar risada. Como por exemplo, colocar uma tiara com antenas na Maria Júlia, rir porque a irmã não sabe o que está acontecendo (aparentemente) e por sentir que exerce certo poder sobre a irmã ainda tão pequena.

Hoje a Maria Eduarda está com 7 anos e a Maria Júlia está com 1 ano e 6 meses. E dar uma irmã para a Maria Eduarda foi a melhor coisa que poderíamos ter feito por ela.

Crédito: material inédito do filme “O Começo da Vida”, por Maria Farinha Filmes.

Um abraço,

Estamos em setembro, mês do aniversário do Blog Desafio Mamãe! Estamos completando 4 aninhos e temos motivos de sobra para comemorar, olha só:

Até hoje, foram publicados mais de 500 artigos. Inicialmente os posts eram diários. Agora, tenho conseguido publicar uma ou duas vezes por semana, pois com o nascimento da caçula minha rotina ficou ainda mais intensa.

Até o momento em que escrevi este post, mais de 900 comentários foram respondidos. É motivo de felicidade estar próxima dos meus leitores, seja respondendo uma pergunta ou agradecendo um elogio.

Mais de 3.000 mil imagens foram publicadas no Blog Desafio Mamãe e mais de 10 empresas firmaram parceria conosco desde o nosso último aniversário, contribuindo para a nossa existência.

E você também faz parte da história do blog! E, porque não dizer, da história das nossas vidas? Por isso, gostaria de dividir a alegria desta comemoração com todos os leitores através do sorteio de aniversário de 4 anos do blog.

Assim, será realizado o décimo segundo sorteio do Blog Desafio Mamãe. Mas, o primeiro sorteio realizado na rede social Instagram (todos os outros sorteios foram realizados através da rede social Facebook). Cada um dos três ganhadores(as) do sorteio será presenteado(a) com um mouse pad com a nossa carinha. Um jeito de estarmos sempre pertinho de você! ♥

Sorteio de aniversário de 4 anos do Blog

Para participar, acesse nossa conta no Instagram, siga o perfil do Blog Desafio Mamãe, curta a foto oficial e marque um(a) amigo(a) nos comentários da foto. Para concorrer, é preciso residir no Brasil e no dia do sorteio deixar o seu perfil aberto. O sorteio será realizado no dia 30 de setembro.

Está esperando o quê? Corre lá para participar! Clique aqui.

Boa sorte!

Um abraço,

Vocês se lembram quando disse (aqui) que aproveitamos as férias escolares da Maria Eduarda, minha primogênita, para conhecer um pouco mais sobre o bairro Butantã, em São Paulo? Pois hoje, vim contar sobre o Instituto Butantan, que visitamos em 16 de julho. A sede do Instituto Butantan está localizada em meio a um parque composto por uma extensa área verde e atrai milhares de visitantes anualmente, sendo um dos principais pontos turísticos da cidade de São Paulo.

Instituto Butantan

Instituto Butantan

Desde que minha filha assistiu à alguns episódios do seriado Detetives do Prédio Azul (DPA) gravados no Instituto Butantan, exibidos no canal de televisão Gloob, pedia para visitarmos o local.

Instituto Butantan

Instituto Butantan

Instituto Butantan

Minha família e eu conhecemos o museu histórico, criado em 1981 e instalado na cocheira adaptada para abrigar o laboratório onde Vital Brazil havia desenvolvido e entregue às autoridades sanitárias as primeiras ampolas de soros antipestosos. A exposição apresenta parte do piso e parede originais, e objetos dos laboratórios de pesquisa e da produção do Instituto Butantan. Conhecemos o Serpentário, uma das atrações mais visitadas do Instituto. O espaço, construído em 1912 e inaugurado em 1914, permite a observação de serpentes da fauna brasileira em um ambiente semelhante ao habitat natural.

Além deste, há outros 2 museus: o museu biológico e o museu de microbiologia:

O museu biológico é primeiro museu do Instituto Butantan, localizado em um edifício histórico, antiga cocheira de imunização, construída na década de 1920 e conta com uma exposição zoológica viva e permanente: serpentes, aranhas e escorpiões podem ser vistos em recintos que recriam seu ambiente (biodioramas). Além disso, outros animais como lagartos, peixes e insetos também fazem parte da exposição. A exposição objetiva apresentar animais vistos comumente como assustadores ou nojentos em seu contexto ambiental natural, ressaltando a importância dos diferentes organismos na manutenção dos ecossistemas.

O museu de microbiologia abriga uma exposição de longa duração onde os visitantes realizam uma viagem interativa pelo mundo invisível dos microrganismos. Computadores com filmes, animações, atividades interativas, microscópios, painéis, modelos tridimensionais de bactérias, vírus e protozoários explicam as bases da microbiologia e revelam o que são os chamados “germes” ou micróbios. Há também uma exposição interativa e lúdica para crianças de 4 a 6 anos com o objetivo de aproximá-las do mundo dos microrganismos.

Também acontece no Instituto Butantan a atividade “Mão na cobra só no Butantan” no serpentário, proporcionando aos visitantes a oportunidade de manipular falsas-corais e dormideiras. A atividade gratuita é acompanhada por biólogos.

Instituto Butantan

aguarde comunicação da Receita Federal para prestar esclarecimentos

Instituto Butantan

Instituto Butantan

Instituto Butantan

Instituto Butantan

E, embora tenha curtido bastante o espaço ao ar livre com as crianças e ter adorado observar os edifícios históricos, fiquei frustada em não poder observar o macacário do Butantan! No Instituto Butantan vive uma colônia de macacos Rhesus, animais conhecidos como a espécie na qual o fator Rh do sangue foi identificado. Os primeiros exemplares chegaram ao Instituto trazidos da Índia em 1929, para a realização de pesquisas com vírus e no desenvolvimento de vacina contra a febre amarela. Os animais são mantidos de acordo com os princípios éticos e normas de bem-estar animal, vivendo cerca de 30 anos em cativeiro. Contudo, atualmente o macacário do Butantan está em reforma, não sendo possível a observação dos animais nesse recinto.

Instituto Butantan

Quer conhecer o Instituto Butantan também? Confira os horários de funcionamento do parque, dos museus e do serpentário, aqui.

E sim, o Instituto Butantan entrou para a lista de parques e reservas ambientais de São Paulo já visitados e comentados aqui, no Blog Desafio Mamãe.

Um abraço,