Quem conhece o Blog Desafio Mamãe, sabe que vira e mexe trago textos ou dicas de Colaboradoras, gente que perde um pouquinho do seu precioso tempo para nos enviar informações que só fazem enriquecer o conteúdo do blog. E hoje, nossa Colaboradora é a Rosane Gonzalez, 33 anos, mamãe de 2 meninas em fases completamente diferentes, louca pelo mundo da maternidade, escritora e gerente de conteúdo do Portal Trocando Fraldas.

A Rosane nos fala sobre a importância do Leite Materno e explica sobre a LOBALE  – Ajudando Vidas.

“Milhares de bebês em todo Brasil nascem prematuros todos os dias e para que a saúde deles seja fortalecida e consigam se desenvolver da maneira esperada, eles dependem totalmente de uma alimentação adequada à base de leite materno, de preferencia. Mas, nem sempre as mães destes prematuros conseguem produzir e oferecer leite materno o suficiente para alimenta-los ou devida à falta de informação e orientação dos profissionais da saúde deixam de estimular a produção, que acaba secando rapidamente.

Mesmo com todas as campanhas informativas, explicações e comunicação em canais abertos e internet, estamos bem longe de acabar de vez com essa situação. Mas, podemos fazer nossa parte para que o fato seja reduzido e cada dia mais bebês possam ser alimentados por leite materno, mesmo que através de banco de doações de leite. Para isso, o LOBALE foi desenvolvido pelo Portal Trocando Fraldas, visando auxiliar milhares de mulheres em todo Brasil a alimentar seus bebês prematuros e dar maiores chances de desenvolvimento e qualidade na alimentação oferecida. O LOBALE facilita o acesso de mulheres de todo Brasil a localizar postos de coleta e bancos de leite materno mais próximos de suas residências para receber e também doar.

LOBALE

Qualquer mulher pode ser doadora de leite materno, sem importar a idade, nem quanto tempo amamenta, desde que tenha o suficiente para alimentar o próprio filho, estar com a saúde em dia e desejar fazer o bem. Se tiver interesse é só verificar pela ferramenta LOBALE onde fica o posto de coleta ou banco de leite materno mais próximo e entrar em contato para verificar os procedimentos. Existem 354 unidades distribuídas em todo território brasileiro.

Alguns postos de coleta oferecem o serviço de visita a domicilio para que seja feita uma avaliação inicial e ainda oferecem os frascos a serem coletados. O melhor a fazer é ligar no posto de coleta mais próximo e se informar dos procedimentos e seguir as orientações. Todas as pessoas, seja homem ou mulher (mesmo que não esteja amamentando) podem contribuir com essa campanha chamando a atenção através das redes sociais e conversando com aquelas mulheres que podem ser doadoras, mas desconhecem a importância da doação de leite materno e de quantas vidas podem ajudar e salvar. Faça sua parte e ajude a salvar vidas!”

Quer ajudar com essa campanha? Compartilhe este post!

Um abraço,

BabyTub

17 de Outubro de 2016

Vocês já repararam como muitas vezes agimos com os nossos filhos como nossos pais agiam conosco e, muitas vezes, repetimos com o segundo filho atitudes que tínhamos com o primeiro? E isso também vale para quem tem mais de dois filhos.

Pois é, ao montar o enxoval da Maria Júlia (post aqui e aqui), ganhei e adquiri produtos que a Maria Eduarda não teve. Alguns deles não eram muito conhecidos e outros nem mesmo existiam há 6 anos.

No post de hoje, trago uma nova resenha e uma dica superespecial para você! Vamos lá?

Desde o seu nascimento, usei o mesmo modelo de banheira que usava com a Maria Eduarda (post completo, aqui) para dar banho na Maria Júlia. E, foi quando minhas primas vieram conhecê-la que as convidei para conhecer seu quartinho (mais sobre o quartinho da minha caçula, aqui) que uma delas me perguntou o que era o recipiente laranja que estava no chão. Naquele momento, me lembrei de testar o BabyTub. Na época, a Maria Júlia não havia completado 1 mês de vida.

BabyTub

BabyTub

BabyTub

O BabyTub é uma banheira terapêutica (traz uma sensação de segurança parecida com a que ele sentia enquanto estava no útero materno) especialmente elaborada para bebês com material atóxico e reciclável. Não existem arestas cortantes, a sua base é anti-derrapante e na parte inferior há um centro de gravidade que permite grande estabilidade e segurança.

BabyTub

BabyTub

O modelo da banheirinha da Maria Júlia é o BabyTub Evolution, que vai de 0 até 8 meses. Por isso, tenho usado o BabyTub diariamente até hoje. Ela adora o banho relaxante e sempre dorme tranquilamente durante toda a noite depois dele. E eu adoro o BabyTub principalmente pelo fato da água manter-se quente por mais tempo e por ser fácil de transportar, mesmo quando está cheio, o que me permite dar banho na Maria Júlia em seu quartinho.

Agora você quer saber a dica superespecial que guardei para você, não é mesmo? É o site de códigos promocionais Bebê Store para você adquirir não só banheiras infantis, mas o que mais você precisar. Acesse agora mesmo e obtenha seu cupom de desconto Bebê Store.

Gostaram das dicas?

Publipost

Um abraço,

Top 8 fraldas

13 de Outubro de 2016

Está acabando a minha licença maternidade, e durante estes quase 7 meses vivi momentos inesquecíveis conhecendo o meu bebê e, de quebra, conhecendo os melhores produtos para ele. Em breve, trarei muitas outras resenhas, mas gostaria de estrear esta série de novas resenhas do blog com um dos produtos mais usados pelos bebês e que fazem toda a diferença no dia a dia: as fraldas descartáveis.

Confesso que não me recordo das marcas e modelos das fraldas que mais gostei há 6 anos, com a Maria Eduarda. Além disso, muita coisa mudou de lá para cá. Então agora, trago os 8 modelos de fraldas que mais me agradaram usadas na Maria Júlia.

  1. Huggies Soft Touch Recém nascido. Não vazava e não acarretou alergias.
  2. Pampers Premium Care. A melhor fralda da marca Pampers.
  3. Pampers Confort Sec
  4. Pampers Supersec
  5. MamyPoko fralda-calça. Mais fácil de vestir.
  6. Pampers Pants. Embora mais fácil de pôr, o ajuste não é tão flexível como as demais e acabaram por marcar a barriguinha da Maria Júlia.
  7. Huggies Supreme Care (Meninas).
  8. Huggies Tripla Proteção. Não é tão macia quanto as fraldas da marca Pampers e vaza com mais facilidade.

Top 8 fraldas

Hoje, minha caçula está com 6 meses e ainda não engatinha. Portanto, estas são, na minha opinião, as melhores fraldas testadas na Maria Júlia. Ao entrar na fase de engatinhar, andar e desfraldar, pode ser que outras marcas e modelos melhor nos atenda. Contudo, quis trazer as sugestões para quem deseja um bebê, estão grávidos ou ainda não testou um dos modelos citados acima. E, ainda mais valiosas são as sugestões para quem está organizando um chá de fraldas.

E você, testou e gostou alguma marca ou modelo de fralda descartável que não foi citado neste post? Comente!

Um abraço,