Que delícia, as férias de inverno estão chegando e com elas aquela dúvida sobre o que levar na viagem com os filhos. Então agora, em parceria com a Fakini, trago algumas dicas do que não pode faltar na mala das crianças:

1. Moletons: boa parte dos estados brasileiros já estão registrando temperaturas bem mais baixas e é preciso estar atento quanto a roupa. O ideal, segundo Daniela Bonin, gerente de produto da Fakini, é apostar em moletons, que aliam conforto e estilo. “Uma boa dica é optar pelas peças com estampas de personagens. Elas estimulam a criatividade das crianças, sem comprometer o conforto durante as brincadeiras”, diz. E, olha que graça esta jaqueta de moletom que a Fakini Malhas enviou carinhosamente para a Maria Eduarda. Ela adorou o presente!

Coleção Inverno 2017 da Fakini

Coleção Inverno 2017 da Fakini

Coleção Inverno 2017 da Fakini

2. Toucas e cachecóis: seguindo o mesmo raciocínio, Daniela indica o uso de toucas e cachecóis para compor o look dos pequenos. “Peças mais lisas e sem aplicações evitam possíveis alergias. As toucas tricotadas ou com cordas são ótimas para crianças menores, garantindo que elas não fiquem tirando o acessório a toda hora”, ressalta.

3. Casacos com capuz: outro item prático e confortável. Ideal para programações noturnas, o casaco com capuz evita que a criança fique exposta ao sereno e ainda traz opções divertidas. “Peças com aplicações de personagens ou orelhinhas dão um toque de estilo”, reforça.

4. Peças de inverno versáteis: não só para adultos, mas há muitas peças de inverno versáteis também para crianças, como este body cheio de cor e graça, presente da Fakini Malhas para a Maria Eduarda. As tias babonas se derreteram no look da minha menina que a cada dia que passa se torna mais vaidosa.

Coleção Inverno 2017 da Fakini

Coleção Inverno 2017 da Fakini

Coleção Inverno 2017 da Fakini

Coleção Inverno 2017 da Fakini

Coleção Inverno 2017 da Fakini

Acesse a loja oficial Fakini e ganhe R$ 10,00 (dez reais) de desconto na sua primeira compra clicando aqui!

Publipost

Um abraço,

BabyTub

17 de Outubro de 2016

Vocês já repararam como muitas vezes agimos com os nossos filhos como nossos pais agiam conosco e, muitas vezes, repetimos com o segundo filho atitudes que tínhamos com o primeiro? E isso também vale para quem tem mais de dois filhos.

Pois é, ao montar o enxoval da Maria Júlia (post aqui e aqui), ganhei e adquiri produtos que a Maria Eduarda não teve. Alguns deles não eram muito conhecidos e outros nem mesmo existiam há 6 anos.

No post de hoje, trago uma nova resenha e uma dica superespecial para você! Vamos lá?

Desde o seu nascimento, usei o mesmo modelo de banheira que usava com a Maria Eduarda (post completo, aqui) para dar banho na Maria Júlia. E, foi quando minhas primas vieram conhecê-la que as convidei para conhecer seu quartinho (mais sobre o quartinho da minha caçula, aqui) que uma delas me perguntou o que era o recipiente laranja que estava no chão. Naquele momento, me lembrei de testar o BabyTub. Na época, a Maria Júlia não havia completado 1 mês de vida.

BabyTub

BabyTub

BabyTub

O BabyTub é uma banheira terapêutica (traz uma sensação de segurança parecida com a que ele sentia enquanto estava no útero materno) especialmente elaborada para bebês com material atóxico e reciclável. Não existem arestas cortantes, a sua base é anti-derrapante e na parte inferior há um centro de gravidade que permite grande estabilidade e segurança.

BabyTub

BabyTub

O modelo da banheirinha da Maria Júlia é o BabyTub Evolution, que vai de 0 até 8 meses. Por isso, tenho usado o BabyTub diariamente até hoje. Ela adora o banho relaxante e sempre dorme tranquilamente durante toda a noite depois dele. E eu adoro o BabyTub principalmente pelo fato da água manter-se quente por mais tempo e por ser fácil de transportar, mesmo quando está cheio, o que me permite dar banho na Maria Júlia em seu quartinho.

Agora você quer saber a dica superespecial que guardei para você, não é mesmo? É o site de códigos promocionais Bebê Store para você adquirir não só banheiras infantis, mas o que mais você precisar. Acesse agora mesmo e obtenha seu cupom de desconto Bebê Store.

Gostaram das dicas?

Publipost

Um abraço,

Top 8 fraldas

13 de Outubro de 2016

Está acabando a minha licença maternidade, e durante estes quase 7 meses vivi momentos inesquecíveis conhecendo o meu bebê e, de quebra, conhecendo os melhores produtos para ele. Em breve, trarei muitas outras resenhas, mas gostaria de estrear esta série de novas resenhas do blog com um dos produtos mais usados pelos bebês e que fazem toda a diferença no dia a dia: as fraldas descartáveis.

Confesso que não me recordo das marcas e modelos das fraldas que mais gostei há 6 anos, com a Maria Eduarda. Além disso, muita coisa mudou de lá para cá. Então agora, trago os 8 modelos de fraldas que mais me agradaram usadas na Maria Júlia.

  1. Huggies Soft Touch Recém nascido. Não vazava e não acarretou alergias.
  2. Pampers Premium Care. A melhor fralda da marca Pampers.
  3. Pampers Confort Sec
  4. Pampers Supersec
  5. MamyPoko fralda-calça. Mais fácil de vestir.
  6. Pampers Pants. Embora mais fácil de pôr, o ajuste não é tão flexível como as demais e acabaram por marcar a barriguinha da Maria Júlia.
  7. Huggies Supreme Care (Meninas).
  8. Huggies Tripla Proteção. Não é tão macia quanto as fraldas da marca Pampers e vaza com mais facilidade.

Top 8 fraldas

Hoje, minha caçula está com 6 meses e ainda não engatinha. Portanto, estas são, na minha opinião, as melhores fraldas testadas na Maria Júlia. Ao entrar na fase de engatinhar, andar e desfraldar, pode ser que outras marcas e modelos melhor nos atenda. Contudo, quis trazer as sugestões para quem deseja um bebê, estão grávidos ou ainda não testou um dos modelos citados acima. E, ainda mais valiosas são as sugestões para quem está organizando um chá de fraldas.

E você, testou e gostou alguma marca ou modelo de fralda descartável que não foi citado neste post? Comente!

Um abraço,